Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensamento Fantasma

No fim de contas um palhaço.

por Alma Penosa, em 05.03.17

Eu desde sempre que fui de bom humor, gosto de rir e fazer rir. Conquistei a confiança de muita gente com uma gargalhada, com uma piada. Quebra muita vez o gelo. Não sei ser de outra forma. Sou assim. Lembra-se da tal colega do qual me apaixonei um bocadinho? Pois bem, numa rara situação a sós confessei "Estou triste.. Não te verei no fim-de- semana.." Riu-se...eu repeli instantâneamente que estava a falar a sério...que isto era eu a falar a sério. Respondeu com um sorriso "Não parece..." É destruidor quando não nos levam a sério. Eu tenho culpa pela minha maneira de ser... Contudo, apenas para referir que não vi esperança. Talvez seja melhor ficar no meu canto, falar quando me falarem, ao invés de ser um eterno palhaço. A vida as vezes parece fazer troça de nós... Vou focar-me no que é importante..e o amor, há muito que deixou de o ser. Sinto-me um palhaço em vez de o ser...por acreditar em algo que já tinha enterrado. Siga...